Tamanho do texto

WASHINGTON - O Governo e as duas maiores companhias hipotecárias dos Estados Unidos, Fannie Mae e Freddie Mac, estudam neste sábado os pormenores de um plano para que o Estado assuma a gestão das duas empresas de maneira temporária para evitar seu afundamento e salvar o mercado hipotecário.

Segundo a imprensa especializada americana, os conselhos de administração de ambas as companhias estão reunidos ultimando os pormenores deste acordo que evitaria uma eventual quebra.

Embora já se tenha filtrado alguns detalhes, ainda não houve nenhuma informação oficial e espera-se que o Departamento do Tesouro faça o anúncio da intervenção a qualquer momento.

O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, o secretário do Tesouro, Henry Paulson, e o regulador chefe de ambas as companhias, James Lockhart, se reuniram na sexta-feira à tarde com os diretores das hipotecárias para informar sobre os planos do Governo.

O plano seria um socorro do Governo, mas ainda não é possível saber o montante dessa ajuda, em que as financeiras continuariam operando, mas com o Executivo garantindo as suas dívidas.

Leia mais sobre: companhias hipotecárias