Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Hedge de combustível leva United a prejuízo de US$ 779 milhões

SÃO PAULO - A United Airlines anunciou ter registrado um prejuízo líquido de US$ 779 milhões no terceiro trimestre deste ano, contra lucro de US$ 334 milhões registrado em igual período de 2007. Segundo a empresa, o resultado é fruto principalmente de uma perda de US$ 519 milhões com contratos de hedge (proteção) contra a variação no preço de combustíveis.

Valor Online |

Excluindo o prejuízo com hedge e gastos contábeis, a perda líquida da companhia no terceiro trimestre foi de US$ 252 milhões. Nesse período, o faturamento da United cresceu 0,7%, para US$ 5,57 bilhões. As despesas, em compensação, aumentaram 24,3%, chegando a US$ 6,07 bilhões. O principal motivo para este salto foi a expansão de 85,9% nos gastos com combustíveis, que somaram US$ 2,46 bilhões entre julho e setembro.

Esse desempenho levou a companhia a fechar o trimestre com um resultado operacional negativo em US$ 491 milhões, contra um saldo positivo de US$ 656 milhões no mesmo período do ano passado.

Segundo o presidente do conselho, presidente e executivo-chefe da United, Glenn Tilton, os preços mais baixos do petróleo no mercado internacional são um impacto positivo "significativo". Ainda assim, afirmou que o que tem levado à queda nos preços do petróleo também está afetando a economia global, e pode conduzir a um nível de demanda mais reduzido.

(José Sergio Osse | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG