Tamanho do texto

O movimento radical palestino Hamas, que controla a Faixa de Gaza, acusou o lobby judaico americano de ser responsável pela crise financeira nos Estados Unidos.

O porta-voz do Hamas, Fawzi Barhum, afirmou que os problemas do sistema financeiro americano se explicam por "má gestão administrativa e financeira e um sistema bancário ruim instalado e controlado pelo lobby judaico".

"O presidente americano George W. Bush e sua administração injetaram bilhões de dólares para salvar a situação, silenciando o fato de que quem instalou o sistema bancário e financeiro americano e o controla é o lobby judaico", acrescentou.

Para Barhum o mesmo grupo "controla também as eleições americanas e define a política externa de toda nova administração, de maneira que possa controlar o dinheiro americano, o governo e a economia, para que os Estados Unidos se transformem em arma do lobby e seu instrumento de dominação no mundo inteiro".

O porta-voz questiona "se o presidente Bush fará uma investigação e dirá francamente a seu povo que o lobby judaico é diretamente responsável pelo desastre".

az-ezz/fp