Tamanho do texto

Guatemala, 11 out (EFE).- O café guatemalteco, principal produto de exportação do país centro-americano, se transformou na primeira vítima local da crise financeira internacional, informou hoje uma fonte oficial.

O presidente da Associação Nacional do Café (Anacafé), Christian Rasch, disse à imprensa que devido à crise financeira o preço do produto guatemalteco teve queda de 35% nas duas últimas semanas.

"A situação significa uma perda de cerca de US$ 40 por saco de 60 quilos nas últimas semanas", afirmou Rasch.

Durante o período, o preço do saco de café guatemalteco caiu de US$ 155 para US$ 115, o que terá impacto negativo nas exportações globais desse produto a médio prazo.

Segundo Rasch, as principais perdas para o setor serão sentidas no processo de produção, já que os adubos e combustíveis utilizados para produção se mantêm em alta.

O presidente da Anacafé disse que a queda dos preços se deve principalmente às "especulações" na Bolsa de Nova York nas últimas semanas, como conseqüência da crise financeira americana. EFE cual/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.