Tamanho do texto

Cerca de mil pessoas, segundo cálculos dos organizadores, participam da manifestação contra a construção da hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA), na Esplanada dos Ministérios. Do total de manifestantes, 700 são do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), que estão acampados em Brasília, além de indígenas e populações ribeirinhas de Altamira, que chegam em três ônibus a Brasília, e integrantes de outras representações.

Cerca de mil pessoas, segundo cálculos dos organizadores, participam da manifestação contra a construção da hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA), na Esplanada dos Ministérios. Do total de manifestantes, 700 são do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), que estão acampados em Brasília, além de indígenas e populações ribeirinhas de Altamira, que chegam em três ônibus a Brasília, e integrantes de outras representações. <p><p>Nesta manhã, os manifestantes protocolaram, no Ministério de Minas e Energia, um manifesto contra a construção da usina, anexado a estudos sobre a inviabilidade socioambiental do programa. Os manifestantes seguirão depois para o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e para a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.