Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Grupos de países emergentes apóiam polêmico projeto protecionista na OMC

Vários núcleos de países em desenvolvimento defenderam neste domingo a aplicação de mecanismos especiais de proteção a seus mercados agrícolas, ao que outros países do Sul se opõem ferrenhamento nas negocições da Organização do Comércio (OMC).

AFP |

"Essas salvaguardas estão no coração dos resultados da Rodada Doha em termos de desenvolvimento porque envolvem as preocupações sobre a segurança alimentar e o desenvolvimento rural", indica um documento desse grupo que vazou para a imprensa.

O texto foi emitido por grupo de interesse da OMC, como o G33 - que luta pela flexibilidade no processo de abertura de seus mercados agrícolas -, o Grupo Africano, os ACP (África-Caribe-Pacífico) e o dos Países de Economias Vulneráveis.

O conjunto desses núcleos agrupa uns 80 países dos 153 da OMC.

O chamado Mecanismo de Salvaguarda Especial (MSE) permitiria aos países em desenvolvimento aumentar as tarifas em até 15 pontos percentuais no caso de um aumento de 40% das importações de determinado produt ou de um súbito aumento dos preços em seus mercados internos.


Leia tudo sobre: rodada de doha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG