Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Grupo Marsans formaliza transferência de Aerolíneas para governo argentino

SÃO PAULO - O governo argentino e o grupo espanhol Marsans formalizaram nesta segunda-feira a transferência ao Estado da Aerolíneas Argentinas e de sua subsidiária Austral. Com o acordo, a empresa espanhola passará às autoridades argentinas 94,41% das ações das Aerolíneas e 97% da Austral.

Valor Online |

Está previsto que a presidente Cristina Kirchner anuncie ainda hoje o envio ao Congresso do acordo para que seja ratificado pela Comissão de Privatizações da Casa.

Pelos dados do governo da Argentina, a Aerolíneas tem um passivo de US$ 890 milhões, mas reconhece que a dívida exigível (vencida) é de US$ 240 milhões. A empresa perde US$ 30 milhões por mês.

O secretário de Transporte da Argentina, Ricardo Jaime, já avisou que o governo deve buscar o ingresso de capital privado na Aerolíneas após a estatização.

O Marsans comprou a Aerolíneas Argentinas em 1991 pelo valor simbólico de US$ 1, e ainda recebeu o equivalente a US$ 700 milhões do governo espanhol para pagar as dívidas da companhia.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG