Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Grupo chinês pede que Vale mantenha preço do minério

A Associação do Aço e do Minério de Ferro da China divulgou uma carta, na qual pede que a Vale pare de solicitar a elevação dos preços do minério de ferro. Na carta, com data da última sexta-feira (dia 12) e publicada hoje no site da entidade (www.

Agência Estado |

custeel.com), a Associação diz que a proposta da Vale para a elevação de preços no meio do ciclo viola o sistema de precificação internacional e prejudica os interesses de longo prazo de ambas as partes. A associação é representada pela Baosteel, maior siderúrgica chinesa.

Sem dizer que não aceitará a proposta da Vale, a associação chama a atitude da companhia brasileira de "irracional" e diz que causará pesadas perdas para as siderúrgicas chinesas. Em nome das maiores produtoras domésticas, a associação pede que as negociações internacionais de preço para o minério de ferro voltem ao "normal".

A Vale informou, na terça-feira da semana passada (dia 9), que estava em negociações com os clientes asiáticos para alinhar os preços do minério na Ásia aos preços pagos pelos clientes europeus. Os preços do minério da Vale na Ásia são de 11% a 11,5% menores do que na Europa, dependendo do tipo de minério, segundo a empresa. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG