Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Gripe aviária pode reduzir exportações de frango da Índia

Nova Délhi, 18 - As exportações de carne de aves e ovos da Índia podem cair 50% no ano fiscal que termina em 31 de março de 2009 por causa dos focos de gripe aviária que surgiram no país no último mês, avaliou Jagbir Singh, presidente da Federação de Aves da Índia. O governo local já abateu mais de 500 mil aves para controlar a doença, que foi identificada em dois Estados no leste do país, Assam e West Bengal.

Agência Estado |

Em janeiro o governo indiano tinha declarado o país livre da gripe.

"Os últimos casos de gripe aviária apareceram no pior momento, quando novos acordos de exportação estavam sendo fechados", disse Singh. "As vendas externas podem cair 50%."

A Índia é um dos três maiores exportadores de ovos do mundo e está entre os 20 maiores vendedores de carne de frango. Seus principais clientes estão no Oriente Médio e no Sudeste Asiático. A indústria de aves do país movimenta cerca de US$ 6,3 milhões por ano.

Shashi Kapoor, membro sênior da Federação de Aves indiana, disse que os preços do frango e dos ovos caíram entre 10% e 20% em várias partes do país após a descoberta dos focos de gripe. A queda no consumo de aves também pode prejudicar a demanda por milho, principal produto que compõe a ração desses animais. Contudo, Amol Seth, presidente da Associação Indiana dos Fabricantes de Amido, ponderou que ainda é cedo para medir os impactos no segmento. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG