Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Greve na Petrobras faz preço do petróleo subir em Nova York

Nova York, 14 jul (EFE).- Por causa de uma greve de funcionários da Petrobras, os contratos para agosto do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fecharam hoje com uma leve alta de dez centavos (0,06%) em Nova York, cotados a US$ 145,18 o barril (159 litros).

EFE |

Segundo analistas, a paralisação de cinco dias iniciada nesta segunda por empregados da estatal brasileira que trabalham na região de Campos, no Rio de Janeiro, fez aumentar a preocupação do mercado com eventuais problemas de abastecimento.

A própria Petrobras admitiu que, por conta da greve, sua produção vai diminuir em 7%. No entanto, os funcionários parados, que ameaçam estender a paralisação a todo o país, dizem ter reduzido em 21% a extração de petróleo.

Por outro lado, o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, anunciou o fim do veto do Governo às prospecções petrolíferas em alto-mar, medida mais simbólica que eficaz no combate à alta dos preços do insumo.

Por essa razão, os contratos da gasolina para entrega em agosto caíram de US$ 3,56 para US$ 3,55 o galão (3,8 litros).

Já os contratos do gasóleo de calefação para o mesmo mês caíram um centavo, para US$ 4,06 o galão.

Quanto ao gás natural, os contratos também para agosto subiram cinco centavos, para US$ 11,95 por mil pés cúbicos. EFE bj/sc

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG