Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Greve dos bancários termina, diz Contec

Apesar de ainda ter de ser referendada pelas assembleias nesta noite, Contec considera greve encerrada

iG São Paulo |

Apesar de ainda ter de ser referendada pelas assembleias nesta noite, a Confederação Nacional dos Trabalhadores das Empresas de Crédito (Contec) já considera a greve dos bancários encerrada. Em comunicado, a entidade afirma que a paralisação termina nesta quarta-feira.

A Contec afirma que a greve foi vitoriosa e diz que os grevistas aceitaram o reajuste dos salários em 7,5% e o aumento a Participação nos Lucros e Resultados (PLR) propostos pelos bancos. O acordo com os bancos prevê que os dias de greve não sejam descontados. No entanto, funcionários terão até 15 de dezembro de 2010 para compensar o período em que as agências permaneceram fechadas.

A proposta da Fenaban é de rejustar em 7,5% o salário dos funcionários que recebem até R$ 5.250,00. Acima desse valor, a entidade oferece aumento no valor fixo de R$ 393,75, garantindo reajuste mínimo de 4,29%. A proposta ainda assegura aumento de 7,5% para benefícios e verbas fixas, como adicional de caixa, adicional de tempo de serviço e auxílio-refeição.

Em linha com a proposta da Fenaban, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal vão reajustar os salários de todos os funcionários em 7,5%, e também concederão aumento de 7,5% no valor dos benefícios.

Com relação à Participação nos Lucros e Resultados (PLR Básica e PRL Adicional), os valores foram corrigidos em 7,5% pela Fenaban, com exceção do limite individual da Parcela Adicional, que passou de R$ 2.100 para R$ 2.400 (14,28%).
 

Leia tudo sobre: Grevegreve dos bancáriosbancosFenabanContecUGT

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG