Rio de Janeiro, 11 jul (EFE).- Pelo menos 84 milhões de cartas e 360 mil pacotes deixaram de ser entregues a seus destinatários em todo o Brasil como conseqüência da greve iniciada pelos carteiros há 11 dias, segundo um balanço parcial da paralisação divulgado hoje pela Agência Brasil.

Segundo dados dos Correios citados pela agência, 30% dos carteiros aderiram à paralisação.

Líderes sindicais dos trabalhadores afirmaram que na reunião mantida na quinta-feira com a patronal não se chegou a nenhum avanço nas negociações já que os representantes dos funcionários não aceitaram a proposta feita pela empresa e mediada pelo Tribunal Superior do Trabalho.

Para fazer frente às conseqüências da greve, os Correios contrataram trabalhadores temporários e deslocaram pessoal da área administrativa para agilizar a entrega das cartas atrasadas. EFE jrt/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.