Tamanho do texto

ATENAS - A Grécia quer uma solução europeia para sua crise de dívida e espera resultados positivos de uma cúpula da União Europeia nos dias 25 e 26 deste mês, disse o ministro de Finanças grego, George Papaconstantinou, nesta terça-feira.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237562679552&_c_=MiGComponente_C

A Alemanha e seus parceiros da UE estão em desacordo sobre um suporte financeiro para a Grécia, onde a dívida deve alcançar 120,4% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano. Na segunda-feira, a chanceler alemã, Angela Merkel, voltou a refutar pedidos para um acordo de ajuda nesta semana.

"A Grécia não está indo para cúpula da UE como um mendigo. Deve haver um mecanismo político para assegurar a estabilidade da zona do euro e apoiar os esforços feitos por todos os países, disse Papaconstantinou em uma conferência a investidores em Atenas.

"Nós queremos uma solução europeia", afirmou.

Leia mais sobre: Grécia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.