A Grécia vai pedir à União Europeia e ao Fundo Monetário Internacional (FMI) a liberação da primeira parcela do socorro financeiro, avaliada em € 20 bilhões, disse uma fonte do Ministério das Finanças grego à agência AFP. A primeira parcela, equivalente a € 14,5 bilhões da União Europeia, mais € 5,5 bilhões do FMI, "deveria estar disponível possivelmente ainda hoje", disse a fonte.

A Grécia vai pedir à União Europeia e ao Fundo Monetário Internacional (FMI) a liberação da primeira parcela do socorro financeiro, avaliada em € 20 bilhões, disse uma fonte do Ministério das Finanças grego à agência AFP. A primeira parcela, equivalente a € 14,5 bilhões da União Europeia, mais € 5,5 bilhões do FMI, "deveria estar disponível possivelmente ainda hoje", disse a fonte.

O Ministério enviará uma carta ainda nesta terça-feira para a Comissão Europeia, o Banco Central Europeu e o FMI a fim de formalizar o pedido de ativação do mecanismo de empréstimo para a Grécia, acrescentou.

O país acaba de receber um pacote de ajuda no total de € 110 bilhões em troca de medidas de austeridade que irritaram sindicatos e já causaram três greves gerais, além de protestos de rua. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.