O desenvolvimento do mercado imobiliário no Grande ABCD não se limita à cidade de São Bernardo do Campo, embora esta seja a mais procurada. Tem avançado em São Caetano, Santo André, Diadema e a tendência é que se amplie até Mauá, onde há grande potencial para lançamentos econômicos.

Na opinião do diretor da Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio (Embraesp), Luiz Paulo Pompéia, este é um processo motivado pela saída de algumas indústrias.

Na prática, para quem pretende viver nessas cidades, ou já é morador e quer trocar de imóvel, o que ocorre é um perceptível aumento das ofertas de lançamentos, principalmente de unidades de três dormitórios. Grande parte dentro do conceito de clube, que se popularizou na capital.

A construtora e incorporadora Trisul, por exemplo, desde a metade de 200, já lançou três empreendimentos em São Caetano, dois em Santo André, e tem planos de lançar mais dois entre agosto e setembro deste ano, um em cada cidade.

"São Caetano é a melhor do ABC, com certeza, com um dos maiores IDHs (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil, tem toda a infra-estrutura de comércio e serviços e não tem favela", ressalta Ricardo Stella, diretor de Incorporação da empresa. Tanto que a aposta da construtora na cidade é de empreendimentos de padrões médio a alto. O último, The Club, lançado há 15 dias no Jardim São Caetano, tem unidades de 83 metros quadrados e já foi 50% vendido. "Mas o nível lá é tão bom que vamos lançar o próximo de altíssimo padrão, com unidades de 245 m²."

Em Santo André, a estratégia da Trisul muda. Dos dois empreendimentos lançados, um é voltado ao padrão econômico, no Parque Jaçatuba, e outro, de padrão médio no Campestre. Este último, Terraço Campestre, lançado há 30 dias, com unidades de dois e três dormitórios, já teve 70% das unidades vendidas. "É uma cidade onde a gente tem uma grande área demográfica, com completa infra-estrutura de serviço de comércio, onde o público tem bom poder aquisitivo."

Presente em todo o ABC, a Plano & Plano aposta nos produtos voltados ao público de classe média, com a linha Fatto. "A gente gosta muito da região e acredita no crescimento e valorização destas cidades. Todos os produtos que lançamos, em menos de dois meses, foram quase completamente vendidos", afirma Rodrigo Luna, diretor da empresa.

Em Diadema, dois empreendimentos foram sucesso de venda, especialmente o Novo Fatto, lançado em abril, que já foi completamente vendido. O condomínio tem conceito clube, com grande área de lazer e será construído a 500 metros de um novo centro de compras da cidade, o shopping Praça da Moça. A empresa deve continuar investindo na região. "Estamos estudando a compra de novos terrenos tanto em Diadema, como São Bernardo e outras cidades."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.