Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Graças ao primeiro semestre, economia russa crescerá 6,8% em 2008

Moscou, 3 dez (EFE).- A economia russa crescerá 6,8% neste ano, graças aos resultados do primeiro semestre, que permitiram ao país cobrir, até agora, a crise financeira, afirmou hoje Elvira Nabiulina, ministra da Economia, durante reunião com o presidente russo, Dmitri Medvedev.

EFE |

Já à inflação, o grande problema da economia nacional desde o ano passado crescerá até 13,5%, acrescentou a ministra.

Nabiulina anunciou que o Ministério porá 6 bilhões de rublos (cerca de US$ 214 milhões, ou 170 milhões de euros) à disposição para apoiar a produção industrial destinada à exportação.

A economia russa cresceu 8,1% em 2007, o maior índice de crescimento desde 2000, quando o PIB aumentou em 10%.

Durante os últimos oito anos a economia cresceu acima de 7% em 2000, 2001, 2002, 2003, 2004 e 2007, enquanto em 2005 cresceu 6,4% e, em 2006, aumentou 6,8%.

Os índices de crescimento de 2005 e 2006 já haviam derrubado as promessas do Kremlin de duplicar o PIB até 2010, objetivo para o qual seria imprescindível sua economia crescer anualmente acima dos 7%.

A Rússia estabeleceu recentemente uma estratégia de desenvolvimento para 2020, segundo a qual dois em cada três russos devem pertencer à classe média até lá, quando atualmente somente um terço se considera parte desse segmento. EFE io/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG