Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

GP Investments aumenta sua participação no capital da San Antonio

SÃO PAULO - A GP Investments, empresa de private equity do Grupo GP, anunciou hoje que aumentou sua participação na San Antonio Internacional, que presta serviços para o setor de óleo e gás e é controlada pela GP Administradora.

Valor Online |

De acordo com fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a GP Investments comprou 17,7% do capital da companhia por US$ 134,7 milhões. Tal participação pertencia à Amber Latin America Investment, administradora de fundos com sede em Nova York.

Pelos termos do acordo, uma participação adicional de 1,8% pode ser adquirida por US$ 13,4 milhões, dependendo de certas condições não divulgadas.

No último dia 12, a San Antonio entrou com pedido de companhia aberta e autorização para realizar uma oferta primária e secundária de Brazilian Depositary Receipts (BRDs - instrumento que permite a empresas estrangeiras negociar ações no Brasil). Os pedidos estão sendo analisados pela CVM.

De acordo com a minuta do prospecto preliminar apresentado na época, a Amber figurava como acionista vendedor na oferta secundária, detendo 22,6% do capital da San Antonio.

Também figura como acionista da San Antonio a Dunearn Investments, empresa controlada pelo fundo soberano de Cingapura, o Temasek Holdings, com 11,8% do capital. Com participações inferiores a 5% estão a Dilurey, da Pampa Holding - empresa que atua na geração de energética na Argentina -, Point Eleven e Itaparica Holding.

O comunicado divulgado hoje também aponta que os atuais acionistas da San Antonio podem contribuir no negócio com US$ 42,3 milhões (US$ 46,5 milhões caso a aquisição complementar ocorra) e que os investidores do GP Capital Partners IV, L.P. (GPCP IV), que tem participação na GP Administradora, podem, de acordo com suas participações, entrar com até US$ 76,2 milhões (US$ 83,8 milhões caso a aquisição complementar ocorra).

Só que essa participação se dará por meio de um novo fundo a ser criado exclusivamente para tal finalidade. O documento explica que o GPCP IV não participará diretamente da aquisição, uma vez que já atingiu sua capacidade de investimento.

No caso de os atuais acionistas da San Antonio e dos investidores do GPCP IV optarem por não participar da transação, o mais recente fundo de private equity da GP Investments, o GP Capital Partners V, L.P. (GPCP V), irá contribuir com uma valor que pode variar de US$ 16,2 milhões ao total de US$ 134,7 milhões (US$ 148,1 milhões caso a aquisição complementar ocorra).

Essa transação representa o primeiro investimento do GPCP V, o qual é gerido pela GP Investments V, uma subsidiária integral da GP Investments. O processo de captação do GPCP V teve início após o GPCP IV ter atingido 75% de sua capacidade de investimento, e o primeiro fechamento do GPCP V, no valor de US$ 884 milhões, foi concluído para que o fundo pudesse participar da transação. A GP Investments explica que levantou os US$ 884 milhões em compromissos de investimento, sendo US$ 500 milhões de seu próprio capital e o restante junto a investidores do GPCP IV.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG