Berlim, 5 fev (EFE).- O Governo da Suécia decidiu retomar a energia nuclear e, após a construção de centrais ter ficado proibida por 30 anos, deu sinal verde para o lançamento de novos projetos.

Segundo informam hoje vários meios de comunicação suecos, a coalizão de Governo dirigida por Frederik Reinfeldt decidiu também impulsionar, em paralelo, as energias renováveis, especialmente a eólica.

A Suécia decidiu abandonar a energia nuclear em um plebiscito realizado em 1979, apesar de, desde então, só ter sido desligada uma única unidade.

Nos últimos anos, foram registrados incidentes em algumas unidades do país, o último, um incêndio surgido hoje no teto do reator 2 da usina nuclear de Ringhals.

A Suécia tem três centrais e um total de dez reatores, que geram 50% da energia do país. EFE ih/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.