O ministro da Fazenda, Guido Mantega, confirmou hoje a prorrogação da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para veículos novos por mais três meses. A medida valerá agora até 30 de junho.

Com isso, a alíquota do IPI, que era de 7% para carros 1.0, permanecerá isenta. Para modelos 1.4 até 2.0, ficará em 5,5% para motores flex e 6,5% para a gasolina, metade da alíquota normal. Com o novo imposto, os preços dos carros caem em média de 5% a 7%.

Motos

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, anunciou que a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) para motocicletas caiu de 3% para zero.

Construção

O governo também anunciou hoje a redução do IPI para os principais itens do setor de construção civil, como tintas e vernizes; revestimentos não refratários e para o cimento, cuja alíquota passou de 4% para zero.

Cigarros

Por outro lado, para compensar a desoneração tributária, o governo decidiu elevar o IPI e PIS/Cofins sobre cigarros. Segundo Mantega, o aumento implicará alta de 30% no preço médio do cigarro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.