BRASÍLIA - O presidente da Telebrás, Rogério Santanna, disse hoje que o governo sequer discutiu a possibilidade de fechar o capital da estatal. "Eu, particularmente, considero isso desnecessário", afirmou o executivo referindo-se à hipótese de retirada da empresa da Bolsa.

Santanna acredita que pode ser estudada a possibilidade de a Telebrás levantar novos recursos com uma emissão de ações; entretanto, tal medida só poderia ser adotada a médio prazo, no momento em que a companhia apresentar condições de obter lucro. O presidente da Telebrás destacou ainda que "há boas chances" de o assessor especial da Presidência da República, Cezar Alvarez, assumir a presidência do Conselho de Administração da estatal. Se confirmada a hipótese, o técnico do governo responsável pelo trabalho de coordenação do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) assumiria o posto no lugar de Ronaldo Dutra de Araújo. (Rafael Bitencourt | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.