Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo mantém valor do PEP de trigo em R$ 178 a tonelada

São Paulo, 2 - O governo manteve em R$ 178 a tonelada o valor do Prêmio de Escoamento de Produto (PEP) para o leilão de trigo de quinta-feira. Com o subsídio, o governo visa estimular a transferência do trigo do Sul do País para os moinhos do Nordeste.

Agência Estado |

Será oferecido à iniciativa privada prêmio para 70 mil toneladas de trigo do Rio Grande do Sul e para 30 mil toneladas do Paraná. No leilão da semana passada, foi arrematado prêmio equivalente a 40 mil toneladas e apenas no Rio Grande do Sul.

Também na quinta-feira será realizado leilão de contratos de opção pública para venda futura com oferta total de 189.270 toneladas de trigo. Nessa modalidade de leilão, o governo se propõe a comprar trigo - para formação de estoques públicos - dos produtores a um preço determinado. No leilão desta semana serão oferecidos 75 contratos de 27 toneladas em Goiás, 150 contratos no Mato Grosso do Sul, 180 em Minas Gerais, 400 em Santa Catarina, 500 em São Paulo, 2.000 no Paraná e 3.705 no Rio Grande do Sul.

Para adquirir os contratos de venda futura, produtores e cooperativas precisam pagar um prêmio, que será de R$ 80,60 por contrato arrematado em Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e São Paulo, e de R$ 72,50 por contrato no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Na data de exercício de opção, 30 de abril de 2009, o detentor do contrato decidirá se entrega o trigo ao governo ao preço de R$ 16.119,00 por contrato (ou R$ 597 a tonelada) em São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, e R$ 14.499,00 por contrato (ou R$ 537 a tonelada) em Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, ou vende o produto no mercado. O preço do trigo na ocasião vai determinar a escolha.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG