Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo japonês sinaliza fase de contração econômica

Tóquio, 7 ago (EFE).- O Governo japonês indicou hoje que a economia do país perdeu força recentemente, e que existe a possibilidade de ter começado uma fase de contração, informou a agência de notícias local Kyodo.

EFE |

O Escritório do Gabinete japonês divulgou hoje um esperado relatório sobre agosto, que mostra um panorama pessimista sobre a situação da economia, a conseqüência do enfraquecimento das exportações japonesas e a posterior queda da produção industrial.

O documento não chega a afirmar que o Japão se encontra tecnicamente em recessão, embora fontes oficiais entrevistadas pela "Kyodo" apontem que "há uma possibilidade de que a economia tenha entrado em uma fase de contração".

Muitos analistas esperavam que o Governo japonês anunciasse no relatório o fim da maior fase de expansão da economia nacional desde a Segunda Guerra Mundial (1939-45).

O Japão iniciou em fevereiro de 2002 sua maior fase de expansão econômica, que superou amplamente os 57 meses consecutivos de crescimento registrados durante o chamado "boom" econômico que durou de novembro de 1965 a julho de 1970.

Hoje, o Escritório do Gabinete rebaixou pela primeira vez em dois meses sua avaliação da economia, ao assinalar "enfraquecimento" frente à "recuperação" que ainda apontava em julho, e destacar uma tendência "de baixa".

Explicou que a desaceleração da economia americana está sendo sentida cada vez mais pelo forte setor exportador japonês, e que essas vendas mais frágeis no exterior provocaram uma redução na produção industrial do país asiático. EFE psh/fr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG