anomalias - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo italiano afirma que sistema bancário do país não sofre de anomalias

Roma, 9 out (EFE).- O ministro da Economia italiano, Giulio Tremonti, afirmou hoje que a Itália não tem motivo para se preocupar com a crise financeira, já que o sistema bancário do país não sofre de anomalias particulares.

EFE |

Tremonti compareceu hoje à Câmara dos Deputados da Itália para falar sobre a crise financeira e as medidas aprovadas nesta quarta-feira, em reunião extraordinária do Conselho de Ministros.

"A Itália não apresenta anomalias particulares porque uma característica própria do sistema bancário italiano é ter um caráter menos sofisticado, o que acabou preservando-o de elementos de crise que vemos em outros países europeus", disse Tremonti.

Por outro lado, o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, pediu hoje que os cidadãos italianos não cedam ao pânico perante a atual crise financeira e não vendam suas ações na Bolsa de Valores.

"Não vendam suas ações porque muitas sociedades italianas continuam crescendo e os preços na Bolsa não correspondem aos atuais valores", declarou Berlusconi.

Também afirmou que os valores dos papéis subirão dentro de 18 ou 24 meses, e por isso é melhor "manter as ações guardadas na gaveta".

Sobre a situação da Itália, Berlusconi afirmou que "nenhum banco italiano efetuou operações perigosas com produtos financeiros podres".

Mesmo assim, ele disse que, embora a situação esteja tranqüila, o Ministério da Economia e o Banco da Itália acompanham a situação de patrimônio e liquidez de todas as entidades bancárias.

Perante a medida anunciada ontem de que, se necessário, o Estado comprará ações para ajudar os bancos em perigo, Berlusconi reafirmou que, de qualquer forma, não seria uma nacionalização de entidades.

EFE ccg/wr/dp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG