Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo irá reforçar investimentos no PAC, diz Mantega

BRASÍLIA - O Ministro da Fazenda, Guido Mantega, informou nesta segunda-feira, após a primeira reunião ministerial do ano, realizada na Granja do Torto, em Brasília, que o governo reforçará os investimentos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O objetivo é estimular a atividade econômica do País. O presidente Lula pediu aos ministros que sustentassem os programas de suas pastas embora tenhamos que efetuar cortes no orçamento¿, ressaltou Mantega.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

 

Segundo o ministro, os novos investimentos serão viabilizados por meio de cortes no custeio da União. O valor que será investido no PAC será anunciado na próxima quarta-feira durante um balanço de dois anos do projeto do governo Lula.

As declarações de Guido Mantega ocorrem após o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, anunciar na semana passada um bloqueio "provisório e prudencial" de R$ 37,2 bilhões nos chamados gastos livres do poder executivo. Com essa decisão, os gastos discricionários ¿ despesas sem direcionamento fixo ¿, que seriam de R$ 148,4 bilhões durante 2009, ficarão na casa dos R$ 111,2 bilhões.

Durante a entrevista, Mantega ainda informou que o presidente Lula pediu aos seus ministros a manutenção do volume de investimentos durante os próximos meses. "O presidente Lula falou em ousadia. Não podemos seguir o receituário que antes era seguido no Brasil. Seguiremos a rota de nossa escolha e não a rota da desaceleração".

 

 

Leia tudo sobre: pac

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG