Nova Délhi, 3 out (EFE).- O Governo indiano aprovou hoje a aquisição da farmacêutica indiana Ranbaxy pela companhia japonesa Daiichi Sankyo, com um investimento de 215,6 bilhões de rúpias (cerca de US$ 4,575 bilhões).

"Daiichi Sankyo agora é livre para comprar a Ranbaxy", disse o ministro de Finanças da Índia, P. Chidambaram, para a agência indiana "PTI".

Chidambaram presidiu uma reunião do Comitê do Gabinete Indiano de Assuntos Econômicos (CCEA), que deve avaliar e dar seu sinal verde para aquelas propostas de investimento por um valor maior de 6 bilhões.

A empresa japonesa combinou a compra da maior parte das ações da Ranbaxy com a família proprietária da empresa, que é a maior farmacêutica indiana.

O acordo inclui também a compra pela Daiichi da farmacêutica Zenotech, que até agora tinha uma aliança estratégica com a Ranbaxy, assim como a aquisição de ações por meio de uma oferta aberta e direta na bolsa.

A aprovação do CCEA inclui a compra de 9,25 milhões de ações no mercado de bolsa, assim como 13 milhões diretamente das mãos dos donos da Ranbaxy.

Após a compra e a venda destas ações, a Daiichi possuirá mais de 50% da Ranbaxy e se transformará na 15ª maior companhia farmacêutica do mundo. EFE daa/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.