O governo vai isentar de tributos a aquisição, pelas empresas, de partes e componentes para computadores que serão vendidos às escolas públicas. A medida possibilitará a redução do preço final do produto, que deve ficar em torno de R$ 600 a unidade, segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

As empresas terão isenção de IPI, PIS, Cofins e Imposto de Importação por um período de dois anos. A renúncia fiscal prevista é de R$ 150 milhões em 2010.

O governo quer aumentar a inclusão digital no País. O Ministério da Fazenda estima que serão adquiridas no próximo ano, por meio do programa Um Computador por Aluno, cerca de 1,2 milhão de máquinas.

Uma licitação em curso no Ministério da Educação vai comprar 150 mil computadores para a rede pública. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) também tem uma linha de crédito de R$ 650 milhões, para prefeituras e governos estaduais adquirirem computadores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.