Atenas, 22 jun (EFE).- O Governo grego se comprometeu a cobrir as despesas adicionais dos turistas afetados pelas greves no país, com o objetivo de compensar as negativas consequências das interrupções neste importante setor econômico para a Grécia.

Atenas, 22 jun (EFE).- O Governo grego se comprometeu a cobrir as despesas adicionais dos turistas afetados pelas greves no país, com o objetivo de compensar as negativas consequências das interrupções neste importante setor econômico para a Grécia. O Ministério do Turismo grego confirmou hoje à Agência Efe que "o Governo está disposto a cobrir a diferença das passagens, em caso de adiamento ou cancelamento de voos, ou de itinerários por outros meios de transporte". Além disso, a nova medida inclui o pagamento da estadia nos hotéis pelos dias de atrasos. A política entrará em vigor imediatamente, mas não terá caráter retroativo. Assim, as autoridades gregas adotam medidas para atrair e recuperar uma das maiores fontes de renda da economia nacional, que representa 16% do Produto Interno Bruto (PIB) da Grécia, com mais de 15 milhões de turistas por ano em um país de 11 milhões de habitantes. Segundo dados do Centro de Empresas Turísticas grego, 19% da força de trabalho da Grécia atua no setor do turismo, com 775 mil funcionários. O sistema de compensação pode ter sua estreia na quarta-feira, quando os marinheiros e funcionários dos portos devem entrar em greve, o que afetará os navios que ligam o porto de Piraeus às ilhas gregas, em plena temporada de férias na Europa. EFE afb-as/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.