Atenas, 25 jun (EFE).- O Governo socialista grego aprovou hoje uma reforma do sistema de aposentadorias, um dos requisitos do Fundo Monetário Internacional (FMI) e da União Europeia (UE) para receber ajuda internacional, segundo informaram à Agência Efe fontes governamentais.

Atenas, 25 jun (EFE).- O Governo socialista grego aprovou hoje uma reforma do sistema de aposentadorias, um dos requisitos do Fundo Monetário Internacional (FMI) e da União Europeia (UE) para receber ajuda internacional, segundo informaram à Agência Efe fontes governamentais. O primeiro-ministro grego, Giorgos Papandreou, presidiu hoje pelo segundo dia um conselho de ministros sobre o projeto de lei, que deverá ser ainda referendado pelo Parlamento, onde o Executivo tem maioria absoluta. As reformas preveem cortes nas pensões e o aumento da idade de aposentadoria, desta forma, a idade mínima para receber pensão no setor público se fixa nos 60 anos, e no setor privado 65 para ambos os sexos. Até agora, no setor público era suficiente ter contribuído 37 anos para receber aposentadoria, independentemente da idade. A idade de aposentadoria até agora era inferior para as mulheres, mas agora se equiparam a dos trabalhadores masculinos. Além disso, de forma paulatina até 2015 se aumentam os anos de contribuição necessárias para todos os trabalhadores, dos 37 para os 40. Papandreou declarou hoje no Parlamento que, "inclusive sem o acordo alcançado com a Comissão Europeia, teria de fazer mudanças, embora algumas fossem dolorosas para algumas classes sociais". Grécia se encontra sob a supervisão econômica da UE e recebeu um empréstimo de 110 bilhões de euros para os próximos três anos dos sócios da eurozona e do FMI para salvar sua economia da falência. Em troca, deve adotar cortes drásticos nas despesas sociais e aplicar duras reformas estruturais. Os sindicatos majoritários convocaram a sexta greve geral de 24 horas neste ano para a próxima terça-feira em protesto contra as mudanças na previdência.EFE afb/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.