Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo francês afirma que plano de ajuda às montadoras não é protecionismo

O plano de ajuda francês ao setor automobilístico não é ilegal no que diz respeito ao direito comunitário, nem é protecionista, afirmou o secretário de Estado da França para Assuntos Europeus, Bruno Le Maire, ao responder as críticas da União Europeia (UE).

AFP |

"Não, não é protecionismo. O protecionismo acontece quando são adotadas medidas fiscais, regulamentares, para proibir aos países com os quais se comercializa que vendam seus produtos na França", disse Le Maire à emissora de rádio France Info.

"Nenhuma das medidas tomadas pelo primeiro-ministro e pelo governo responde a esta definição", acrescentou.

A França anunciou na segunda-feira um plano de ajuda ao setor de 7,8 bilhões de euros (10 bilhões de dólares). As montadoras, em troca, se comprometem a manter a produção no país.

O plano, especialmente a obrigação de não fechar fábricas na França, foi duramente criticado na Europa, sobretudo pela Alemanha e a Comissão Europeia.

hr/fp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG