Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo fará leilão de PEP para 50 mil toneladas de milho da BA

São Paulo, 22 - Depois de apoiar a comercialização de milho do Centro-Oeste, o governo volta-se agora para a região de Barreiras e Luis Eduardo Magalhães, no oeste baiano. A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou hoje o aviso de leilão de Prêmio de Escoamento de Produto número 014/09 para 50 mil toneladas de milho de Barreiras e Luis Eduardo Magalhães.

Agência Estado |

O leilão será realizado no dia 29 e o produto deve ser escoado para Estados do Norte, do Nordeste, incluindo municípios baianos localizados fora da região produtora do milho, norte de Minas Gerais e Espírito Santo.

O preço mínimo a ser pago pelo comprador do PEP deverá ser de R$ 19,02 a saca. O prêmio já foi anunciado. Será de R$ 4,44 a saca para milho escoado para a região Norte, de R$ 4,32/saca para o Espírito Santo, de R$ 2,82/saca para o Nordeste (exceção da Bahia) e de R$ 1,38/saca para a Bahia e norte de Minas Gerais. Os produtores baianos vinham reclamando prejuízos na comercialização do grão devido aos leilões do governo, que subsidiavam a transferência de milho do Centro-Oeste para os Estados do Nordeste.

Nesta semana, o governo confirmou que não realizará mais leilões para apoiar a comercialização do milho do Centro-Oeste, já que as cotações no mercado local são superiores ao mínimo de garantia.

Trigo

O leilão de PEP para trigo negociou hoje subvenção para 112.200 toneladas das 120 mil toneladas ofertadas, ou 93,5% do total. Houve demanda para as 70 mil toneladas de trigo do Rio Grande do Sul e o interesse fez com que o prêmio de R$ 178 a tonelada fechasse o pregão a R$ 163 a tonelada.

Das 50 mil toneladas de trigo do Paraná, foram negociadas 42.200 toneladas e o prêmio fechou sem variação sobre o valor de abertura. Com o leilão de PEP o governo busca estimular o escoamento do cereal produzido no Sul para centros consumidores do Nordeste ou mesmo para o mercado externo. Não há, por enquanto, confirmação de um novo leilão na próxima semana.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG