Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo estuda uso do FGTS para ações da Petrobras

O governo estuda autorizar o uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para compra de ações da Petrobras, disse hoje o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, em entrevista à rádio CBN, confirmando informação publicada pelo jornal Folha de S. Paulo.

Agência Estado |

"A Petrobras vai ter recursos para investir na prospecção do pré-sal, que tende a ser uma das maiores produções da história do Brasil", disse. Segundo Lupi, estudos sobre a retomada das aplicações ficarão prontos no final deste ano.

O senador Delcídio Amaral (PT-MS), ex-diretor da Petrobras, disse que a idéia de retomar a aplicação do FGTS em ações da estatal já circula pelo governo há algum tempo. "É uma idéia simpática porque socializa o capital", comentou. "É importante do ponto de vista político e bom para o trabalhador, pois as pessoas que aplicaram o Fundo de Garantia não se arrependeram."

Os trabalhadores foram autorizados a aplicar parte de seu saldo no Fundo em ações da Petrobras em 2000. De lá para cá, o rendimento acumulado é da ordem de 750%. Atualmente, o total aplicado em ações da Petrobrás é de cerca de R$ 8,5 bilhões.

O governo, porém, ainda não bateu o martelo sobre a questão. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não quis se manifestar sobre o assunto. Hoje, ao sair do velório do presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Eleno Bezerra, ele foi questionado sobre eventuais mudanças na aplicação de recursos do FGTS, mas não respondeu. "Quero pedir desculpas a vocês porque vou embarcar para a conferência da ONU em Nova York", afirmou.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG