Tamanho do texto

O ministro especial da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Franklin Martins, estimou hoje que a elaboração do Plano Nacional de Banda Larga deverá ser concluída em aproximadamente 15 dias. O ministro disse que o governo nunca esteve distante das empresas privadas de telecomunicações no processo de montagem desse projeto e que tem conversado com todas as concessionárias de telefonia e com provedores de internet.

O ministro especial da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Franklin Martins, estimou hoje que a elaboração do Plano Nacional de Banda Larga deverá ser concluída em aproximadamente 15 dias. O ministro disse que o governo nunca esteve distante das empresas privadas de telecomunicações no processo de montagem desse projeto e que tem conversado com todas as concessionárias de telefonia e com provedores de internet.<p><p>Segundo o ministro, não havia a expectativa de o plano ser fechado ontem. Ele comparou a elaboração desse projeto com o marco regulatório do pré-sal, que, depois de uma suposta conclusão, demorou ainda dois a três meses para ficar pronto. Segundo ele, o Plano de Banda Larga ficou temporariamente parado porque o governo estava envolvido na elaboração da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e no processo de troca de ministros.<p><p>O ministro avaliou que o governo, para pensar numa parceria com as teles, tem de estar com seu plano pronto. "O governo tem de fazer seu plano para conversar com as teles. Ele não vai conversar com as teles para depois fazer seu plano", disse. Desde as 9 horas, o presidente da Oi, Luiz Eduardo Falco, está reunido com a ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, para discutir uma proposta da empresa para o plano.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.