Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo eleva subvenção ao seguro rural para algumas culturas

Brasília, 21 - Para atrair médios e grandes produtores, especialmente das regiões Centro-Oeste, oeste da Bahia e das novas fronteiras agrícolas, o governo elevou os percentuais de subvenção de algumas culturas, a inclusão de novas e a unificação dos limites financeiros da modalidade agrícola no seguro rural. As mudanças valem a partir de 2009, explicou o diretor do Departamento de Gestão de Risco Rural, Welington Soares de Almeida.

Agência Estado |

As alterações serão regulamentadas por decreto presidencial. As culturas que tiveram os percentuais de subvenção ao prêmio do seguro rural elevados são: milho (segunda safra), feijão e trigo, passaram de 60% para 70%; aveia, canola, cevada, centeio, maçã, sorgo, triticale e uva, de 50% para 60%; ameixa, caqui, figo, kiwi, nectarina, pêra e pêssego, de 40 para 60%.

Além disso, foram incluídas novas culturas no Programa: linho, com percentual de subvenção de 60%; abacate, abóbora, abobrinha, atemóia, banana, cacau, caju, cherimóia, chuchu, ervilha, escarola (chicória), fava, graviola, jiló, lichia, lima, mamão, mamona, mandioca, manga, maracujá, melancia, melão, pimenta, pinha, quiabo, sisal, tangerina, demais hortaliças e legumes, com percentual de subvenção de 40%.

Outro importante item aprovado pelo Comitê Gestor do Seguro Rural foi a unificação do limite financeiro para a modalidade agrícola em R$ 96 mil por ano, mantendo-se o limite financeiro de R$ 32 mil para cada uma das modalidades: pecuária, florestas e aqüícola.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG