SÃO PAULO - O secretário do Tesouro americano, Henry Paulson, anunciou ontem à noite um pacote de medidas de resgate para as empresas da área de financiamento de hipotecas Fannie Mae e Freddie Mac. A falta de confiança dos mercados, que resultou em quedas de quase 50% no valor de mercado de ambas companhias na semana passada, levou o governo dos Estados Unidos a atuar em coordenação com o Federal Reserve (Fed).

No plano, consta o pedido ao Congresso para expandir o acesso ao crédito pela Fannie Mae e Freddie Mac e a permissão do Tesouro para comprar ações das empresas caso haja necessidade. O Fed disse que poderia emprestar recursos emergenciais para as companhias nos mesmos termos que empresta a bancos se elas precisarem de verbas adicionais.

A Fannie Mae e a Freddie Mac desempenham um papel centrar em nosso sistema de financiamento imobiliário e d vem continuar exercendo isso na forma em que estão, como empresas em poder de acionistas, declarou Paulson.

A Fannie Mae e a Freddie Mac foram criadas pelo Congresso dos Estados Unidos, mas sem ligação formal com o governo. São responsáveis por cerca da metade das hipotecas do país, ou US$ 5 trilhões.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.