Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo do Equador anuncia firma de convênio com Petrobras

Quito, 29 out (EFE).- A Petrobras assina amanhã um convênio com o Governo equatoriano, para extrair óleo cru no Equador, informou hoje o Ministério de Minas e Petróleos daquele país.

EFE |

O comunicado oficial confirma a assinatura do contrato como único tema da entrevista coletiva, que dará amanhã o ministro Derlis Palacios.

A nota não explica o tipo de acordo que será assinado, pouco mais de uma semana após o Governo equatoriano afirmar que a Petrobras teria que passar de concessionária a prestadora de serviços.

No entanto, uma fonte do Ministério de Minas e Petróleos disse à agência Efe que se trata de um "contrato de participação modificado, que terá uma duração máxima de um ano até passar ao modelo de prestação de serviços", no chamado "Bloco 18", situado na Amazônia.

O Governo equatoriano negocia com as companhias estrangeiras a mudança de modalidade dos contratos de participação por outros de prestação de serviços.

O anúncio da assinatura do convênio acontece nove dias depois de a Petrobras afirmar, no dia 20 deste mês, que o acordo alcançado três dias antes com o Governo equatoriano "prorroga" o atual por um ano, sem modificações no regime de concessão de produção.

Entre estas duas datas, no dia 18, o presidente do Equador, Rafael Correa, dissera que a estatal brasileira tinha aceitado a mudança de modalidade e que, em um ano, se adaptaria ao contrato de prestação de serviços, como exige a nova lei de hidrocarbonetos equatoriana. EFE sm/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG