A criação de uma balança comercial de serviços em 2009, além da ampliação de linhas de financiamento e redução de impostos para estimular a venda de serviços brasileiros no mercado externo, serão anunciadas hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Atualmente, a balança comercial brasileira só contabiliza as vendas e compras internacionais de bens.

O setor de serviços é um dos que mais crescem no País e o Brasil ainda tem muito mercado para ser conquistado.

A medida integra um conjunto de ações que será lançado hoje pelo MDIC para facilitar e estimular as exportações e, com isso, alcançar a meta de elevar a participação brasileira nas vendas mundiais de mercadorias, dos 1,18% de 2007 para 1,25% em 2010. Essa meta foi anunciada em maio junto com a Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP), a nova política industrial do governo.

Batizado de Estratégia Brasileira de Exportações, o documento a ser anunciado hoje pretende sistematizar as ações voltadas para o comércio exterior, executadas por vários órgãos do governo. Foram escolhidas seis metas relacionadas com as medidas lançadas na PDP. As seis metas definidas são: aumentar a competitividade dos exportadores brasileiros; agregar valor às exportações; aumentar o número de empresas que vendem ao mercado externo; diversificar o destino das exportações; ampliar acordos internacionais do Brasil com outros países; e incrementar exportações de serviços. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.