Tamanho do texto

A ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, marcou para as 18 horas de hoje uma reunião com outros ministros para discutir o Plano Nacional de Banda Larga. A expectativa no governo é de que, se o plano for fechado hoje, o anúncio seja feito amanhã pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, marcou para as 18 horas de hoje uma reunião com outros ministros para discutir o Plano Nacional de Banda Larga. A expectativa no governo é de que, se o plano for fechado hoje, o anúncio seja feito amanhã pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os últimos estudos do governo apontam para investimentos de R$ 6 bilhões para massificar o acesso à banda larga entre 2011 e 2014. Do total, R$ 3,5 bilhões viriam do Tesouro Nacional e R$ 2,5 bilhões do lucro da própria empresa a partir do terceiro ano de operação.

Para este ano, serão usados R$ 280 milhões já aportados há dois anos para a Telebrás, que vem sendo cotada para ser a gestora do plano. Em 2010, seria feito apenas um projeto-piloto para levar a banda larga a 100 cidades - entre elas, 17 capitais.

Foram convidados para o encontro os ministros das Comunicações, José Artur Filardi; da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende; da Fazenda, Guido Mantega; do Planejamento, Paulo Bernardo; do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge; da Educação, Fernando Haddad; da Cultura, Juca Ferreira; da Secretaria de Comunicação Social, Franklin Martins; e da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Samuel Guimarães. Também estarão presentes representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.