São Paulo, 4 - A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) informou que o governo estadual decidiu prorrogar benefícios fiscais referentes à redução da base de cálculo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de uma série de setores. A alíquota média de ICMS foi reduzida em dezembro de 18% para 12% e abrangeu os setores têxtil, ferroviário, atacadista de couro, vinho, perfumes, cosméticos, higiene pessoal, instrumentos musicais, brinquedos, alimentos e telecomunicações (call center), de acordo com medida anunciada pelo governador José Serra (PSDB).

Na época, Serra disse que o benefício valeria até 30 de junho. Agora, a redução de alíquotas deverá se estender até 31 de dezembro. Segundo a Fiesp, a medida será publicada em breve no "Diário Oficial do Estado".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.