O governo de Potosí, no sul da Bolívia, abrirá um processo contra a construtora brasileira Queiroz Galvão por má execução das obras da estrada que liga dois departamentos da região, informou nesta segunda-feira um funcionário local.

O secretário-geral do governo de Potosí, Juan Carlos Cejas, revelou que "será movido um processo penal" contra a construtora brasileira, "mesmo que haja um acordo entre a ABC (a estatal boliviana de estradas) e a Queiroz Galvão".

jac/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.