Tamanho do texto

Berlim, 22 set (EFE).- O Governo da Alemanha rejeitou hoje participar do plano de resgate financeiro que Washington está preparando para salvar da ruína instituições financeiras americanas.

"Para nós, existem diferenças em responsabilidades e efeitos", disse Ulrich Wilhelm, porta-voz oficial do Governo da chanceler alemã, Angela Merkel, em entrevista coletiva ao final do Conselho de Ministros.

Do ponto de vista do Governo alemão, "não será necessária uma medida como a adotada nos EUA" para a Alemanha, disse Wilhelm.

Fontes do Ministério de Finanças alemão destacaram que Washington não pediu aos europeus que tomem medidas.

Desde o surgimento da crise financeira, a chanceler alemã lembra suas advertências sobre a necessidade de submeter os mercados financeiros a um estreito controle, para evitar uma crise como a atual.

Merkel insistiu em ressaltar que, já durante a Presidência alemã do Grupo dos Oito (G8, os sete países mais desenvolvidos e a Rússia) e a cúpula de chefes de Estado no balneário de Heiligendamm, em junho de 2007, advertiu do perigo de uma grave crise se continuasse se permitindo as especulações financeiras nos mercados internacionais. EFE jcb/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.