O governo islandês está disposto a assumir o controle de todos os bancos do país para fazer frente à crise financeira internacional, anunciou nesta segunda-feira o primeiro-ministro Geir Haarde em um discurso à nação.

"Trata-se de uma crise gigantesca, que faz parte de uma crise mundial mais ampla", afirmou, advertindo que 'muita gente vai perder dinheiro'.

A Islândia, que há alguns anos baseou sua prosperidade no sistema financeiro, está particularmente fragilizada pela atual crise.

str-dt/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.