Tamanho do texto

Brasília, 28 - O governo acabou escolhendo um técnico para a presidência da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e fugiu das pressões do PMDB, que insistia na indicação de um nome para a estatal. Alexandre Magno Franco de Aguiar, técnico de carreira e diretor de administração da Conab, que ocupava interinamente a presidência, foi confirmado no cargo, segundo decreto publicado no Diário Oficial da União de hoje.

Brasília, 28 - O governo acabou escolhendo um técnico para a presidência da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e fugiu das pressões do PMDB, que insistia na indicação de um nome para a estatal. Alexandre Magno Franco de Aguiar, técnico de carreira e diretor de administração da Conab, que ocupava interinamente a presidência, foi confirmado no cargo, segundo decreto publicado no Diário Oficial da União de hoje. Aguiar assume o cargo no lugar de Wagner Rossi, que assumiu no final de março o ministério da Agricultura. Com a confirmação do seu nome à frente da Conab, Aguiar, que é ligado ao PTB, desbancou inclusive indicações do PR e do PT, que também queriam emplacar um nome para a estatal. O Diário Oficial da União traz ainda decreto presidencial reconduzindo o secretário de Política Agrícola, Edilson Guimarães, à função de representante do ministério da Agricultura no Conselho de Administração da Conab.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.