Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo calcula que 240 mil russos perderão o emprego até fevereiro

Moscou, 25 dez (EFE).- Cerca de 240 mil russos engrossarão as fileiras de desempregados em janeiro e fevereiro de 2009, segundo os planos de corte de trabalho anunciados pelas empresas ao Governo, segundo informou hoje o vice-primeiro-ministro russo, Aleksandr Zhukov.

EFE |

"Salta à vista a tendência de aumento do desemprego, que deve-se à queda de produção. Conhecemos os planos de muitas empresas que se propõem a reduzir o pessoal em janeiro e fevereiro", disse Zhukov em entrevista publicada pelo jornal econômico "Vedomosti".

O funcionário disse que, nos últimos meses de 2008, o impacto da crise financeira global na situação do emprego na Rússia foi relativamente suave, pois, desde o começo de outubro, 45 mil russos perderam o emprego, dos quais 18 mil conseguiram novo trabalho.

O vice-primeiro-ministro afirmou que os setores mais afetados no início de 2009 serão as indústrias metalúrgica, automotiva, da construção e do transporte de mercadorias.

Segundo Zhukov, o Governo destinará 44 bilhões de rublos (US$ 1,54 bilhão) para promover a criação de emprego, e um terço desta soma será gasto em ensinar novas profissões aos necessitados. EFE si/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG