Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo britânico assume 58% do banco RBS

O governo britânico, que havia garantido um aumento de capital de 23 bilhões de dólares para o banco Royal Bank of Scotland (RBS), se transformará em seu principal acionista, com 57,9%, após meses sem encontrar compradores interessados.

AFP |

A maioria dos acionistas não quis saber dos 15 bilhões de libras em títulos oferecidos por 65,5 pence, apesar de seu atual valor de mercado ser 55 pence. Apenas 0,24% dos papéis foram adquiridos

Assim, o governo de Gordon Brown ficará com 57,9% do capital do ex-segundo maior banco britânico.

A manobra é a primeira do pacote de resgate bancário apresentado pelo primeiro-ministro no dia 8 de outubro.

O RBS, que junto com o HSBC representava o topo do setor bancário britânico antes da crise, foi duramente golpeado pela derrubada dos créditos 'subprime', num momento em que se capitalizava após a compra, no ano passado, do holandês ABN Amro em parceria com o belgo-holandês Fortis e o espanhol Santander.

Os bancos Lloyds e HBOS, atualmente em processo de fusão, serão submetidos a operações semelhantes promovidas pelo governo britânico. O Lloyds receberá uma injeção de 8,4 bilhões de dólares e o HBOS, de 17,7 bilhões.

od/ap/sd

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG