Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo avalia que não chegou o momento para tomar medidas contra a crise

BRASÍLIA- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu nesta quarta-feira com os ministros de coordenação política para discutir os efeitos da crise norte-americana. Segundo assessores do Planalto, o governo concluiu que não há como tomar nenhuma medida enquanto não souber o que realmente está acontecendo.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

 

"Enquanto a gestão não se materializar, não dá para falar em medidas, avaliaram os ministros. De acordo com interlocutores do governo, a equipe econômica está atenta às negociações nos Estados Unidos, uma vez que o Senado norte-americano deve votar o pacote de ajuda milionária na noite de hoje.

Nesta manhã, o presidente Lula negou que o governo brasileiro esteja preparando um pacote de medidas para enfrentar a crise norte-americana. Segundo Lula, a situação está mais tranquila.

Na avaliação do governo, é evidente que a crise financeira norte-americana tenha repercussão mundial, entretanto, é possível que o Brasil seja atingido apenas indiretamente. Estamos com a casa arrumada, apesar do sobe e desce da bolsa, a economia está tranquila e serena.

Ontem, em Manaus, Lula reconheceu que a crise norte-americana é grave. "Torço para que o governo, o Congresso, os empresários e o povo americano encontrem logo uma saída e não permitam que a eleição atrapalhe as decisões para que a crise não aprofunde os problemas em outros países", declarou.

Além do presidente Lula participaram da reunião o vice-presidente, José Alencar, e os ministros da Justiça, Tarso Genro, da Fazenda, Guido Mantega, do Planejamento, Paulo Bernardo, da Casa Civil, Dilma Rousseff, daSecretaria Geral da Presidência, Luiz Dulci, da Comunicação Social, Franklin Martins, e das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro.

Mais notícias

 

Para saber mais

 

Serviço 

 

Opinião

 

Leia mais sobre o plano de resgate financeiro dos EUA

Leia tudo sobre: lula

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG