BRASÍLIA - O governo autorizou, por meio de medida provisória publicada na edição desta quarta-feira no Diário Oficial da União, a compra de ativos de instituições financeiras pelo Banco do Brasil e pela Caixa Econômica Federal. http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/painel/painel_newuseg.html target=_topAcompanhe o mercado em tempo real http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2008/10/22/crise_financeira_faz_lula_convocar_reuniao_extraordinaria_do_mercosul_2059863.html target=_topCrise faz Lula convocar reunião extraordinária do Mercosul

Acordo Ortográfico

Na prática, a MP n.º 443, possibilita que esses bancos do Estado comprem parte de empresas privadas, em uma espécie de "estatização". O objetivo é injetar dinheiro nas instituições financeiras por meio da compra de seus papéis, para que elas repassem os recursos a seus clientes e alavanquem o crédito.

Com isso, o governo espera também, segundo o presidente Lula, obter mais controle sobre essas instituições nas quais tiver participação. 

Para comprar esses ativos, o governo vai criar a empresa Caixa ¿ Banco de Investimentos, sociedade por ações, subsidiária integral da Caixa Econômica Federal, com a finalidade de explorar atividades de banco de investimento.

A norma libera também o Banco Central do Brasil para realizar operações de swap (contratos que trocam os rendimentos em juros pela oscilação da moeda estrangeira) com bancos centrais de outros países, nos limites e condições fixados pelo Conselho Monetário Nacional.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, concede entrevista agora para explicar detalhes da medida. Acompanhe.

Para saber mais

Serviço 

Opinião

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.