Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo antecipa criação de área de defesa industrial

A crise financeira mundial tende a aumentar a ocorrência de ações fraudulentas no comércio exterior, com crescimento ações de subfaturamento, pirataria e contrabando. Preocupado com esse cenário, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) decidiu antecipar o início das atividades da Coordenação Geral de Defesa da Indústria (CGDI), um novo órgão do Ministério que visa a combater operações fraudulentas.

Agência Estado |

O projeto inicial previa que o CGDI seria lançado somente em 2009.

O secretário de Comércio Exterior, Welber Barral, explicou que a coordenação continuará a apoiar exportadores do País investigados no exterior por prática de dumping, subsídios ou salvaguardas e ampliará o atendimento às demandas de empresários brasileiros que reclamam das práticas desleais de comércio por outros países.

Em 2008, o MDIC recebeu reclamações da indústria brasileira de problemas que não se tratavam de questões de defesa comercial e que, por isso, não puderam ser atendidas pela secretaria. A partir de agora, em casos em que for detectado algum tipo de operação ilegal que não seja um problema de defesa comercial, o órgão encaminhará o tema para o Governo Federal. A analista de comércio exterior do MDIC, Ana Carolina Meneghetti Peres, assumirá o comando do CGDI, que irá integrar a estrutura do Departamento de Defesa Comercial (Decom).

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG