Tamanho do texto

BRASÍLIA (Reuters) - O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nesta terça-feira resolução que amplia a capacidade do BNDES de emprestar recursos para a Petrobras em um momento em que a empresa se prepara para fazer frente a investimentos vultosos para explorar a camada de petróleo do pré-sal. Pelas regras em vigor até hoje, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social poderia ter um limite de exposição a risco às empresas da União equivalente a 25 por cento do seu patrimônio de referência.

O CMN excluiu a Petrobras desse conjunto de empresas no que diz respeito à exposição a risco. Isso significa que o BNDES poderá ter uma exposição equivalente a 25 por cento do seu patrimônio de referência apenas com a Petrobras.

O patrimônio de referência do BNDES equivalia a 41,5 bilhões de reais no final de 2007, segundo dados fornecidos pela instituição em seu site na Internet.

(Reportagem de Isabel Versiani)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.