Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo alemão prevê queda do PIB de 3% em 2009, segundo jornal

Berlim, 16 dez (EFE).- O Governo da chanceler alemã, Angela Merkel, prevê que, em 2009, a Alemanha sofrerá a maior recessão econômica desde a Segunda Guerra Mundial, com uma queda do Produto Interno Bruto (PIB) de cerca de 3%, segundo o jornal Frankfurter Allgemeine.

EFE |

Enquanto as previsões oficiais ainda partem de um crescimento econômico de 0,2%, no Ministério da Economia alemão estaria preparando um relatório revisado, citado hoje pelo jornal, com perspectivas muito mais sombrias.

O documento, que será utilizado para a elaboração do relatório econômico oficial que será publicado no final de janeiro, toma como ponto de partida para a revisão os novos cálculos da maioria dos analistas econômicos, que falam de um retrocesso de 3%.

"Da perspectiva atual, é possível dizer que não deixam de ser realistas estas previsões pouco favoráveis", afirma o documento, citado pelo diário.

Para o final de janeiro, espera-se também que a chanceler apresente seu segundo pacote de reativação econômica, no qual, entre outros aspectos, provavelmente haverá investimentos públicos adicionais para projetos de infra-estruturas.

O presidente do instituto de estudos econômicos DIW, Klaus Zimmermann, pediu que todos os economistas deixem de publicar constantemente novas projeções econômicas.

Em declarações ao jornal econômico "Financial Times Deutschland", Zimmermann manifestou seu temor de que a contínua publicação de dados cada vez mais negativos possa levar a uma profecia que cumpra a si mesma.

Segundo Zimmermann, este problema foi abordado na reunião realizada no domingo na Chancelaria entre representantes do Governo, empresas, sindicatos e especialistas econômicos, no qual foi feita uma análise do situação, com vistas a um possível segundo pacote econômico. EFE ih/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG