factóide para fazer terrorismo - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Governo acusa oposição de criar factóide para fazer terrorismo

BRASÍLIA - Setores da oposição apelam a factóides para fazer terrorismo e disseminar o pânico na sociedade porque estão assustados com a competência do governo no combate à crise financeira global, avaliou na segunda-feira o núcleo político do Executivo. A análise, que é uma reação às suposições de que a Petrobras buscou empréstimos em bancos públicos devido a dificuldades financeiras, foi feita durante a reunião da coordenação política do governo, informou sob a condição do anonimato uma fonte do Palácio do Planalto. O governo teme que a economia seja prejudicada se as pessoas deixarem de consumir por medo de perderem o emprego.

Reuters |

Os integrantes da coordenação política reafirmaram também o compromisso de trabalhar para que a Câmara aprove ainda neste ano a reforma tributária, pois o momento exige um sinal positivo do poder público à sociedade.

Em relação à situação de Santa Catarina, Estado que foi assolado por chuvas, enchentes e desabamentos, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu que facilitará os saques do FGTS para os flagelados. O presidente pediu ainda que o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Jorge Armando Félix, faça uma reunião com todos os ministros envolvidos no esforço do governo federal para definir o que o Executivo pode fazer mais para ajudar Santa Catarina.

A coordenação política é formada pelo presidente Lula e pelo vice-presidente, José Alencar, que esteve ausente por motivos de saúde, e os ministros Dilma Rousseff (Casa Civil), Franklin Martins (Comunicação Social), Luiz Dulci (Secretaria-Geral da Presidência), Paulo Bernardo (Planejamento), Guido Mantega (Fazenda), Tarso Genro (Justiça) e José Múcio Monteiro (Relações Institucionais).

Mantega também não compareceu ao encontro, pois estava em um evento em São Paulo, onde disse que duvidar da solidez da Petrobras "é uma verdadeira piada".

(Reportagem de Fernando Exman)

Leia tudo sobre: reforma tributária

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG